Cama infantil com grade de proteção.

Por questões de segurança, nos primeiros anos de vida o bebê deve dormir em um berço, cujas grades de proteção são altas e envolvem toda a lateral do mesmo, evitando assim que ele saia sozinho e corra riscos.

Porque optar por uma cama com grade de proteção infantil?

A transição do Berço para a cama Infantil

Porém, logo após esse período, frequentemente aos 16 - 18 meses, quando eles começam a andar e ter firmeza nas pernas, o berço torna-se um produto perigoso, pois a criança, agora mais crescida, inevitavelmente tentará sair sozinha e risco de pulos e quedas é grande. Portanto, assim que os pais sentirem que seus filhos estão nessa fase, que varia de criança para criança, é importante fazer a migração para uma caminha infantil.
O tamanho da cama infantil não interfere, ela pode ser uma mini cama ou uma cama de solteiro adulto, isso dependerá do uso e durabilidade que os pais procuram para esse produto. O que importa é que essa caminha ainda possua grades de proteção, já que as crianças são muito pequenas e estavam acostumadas a dormirem em um berço.
Alguns pais, principalmente os de primeira viagem, cujos filhos se viram muito durante a noite imaginam que a primeira cama infantil deve conter grades de proteção em todas as laterais. Na verdade, isso é um erro que pode ocasionar ainda mais acidentes, já que a criança vai querer sair da cama sozinha e provavelmente arriscará um salto sobre as proteções.

O tamanho da cama e a utilização da grade de proteção.

A proteção de segurança de tamanho P geralmente é o suficiente para que a criança não caia, mas consiga sair. Esse tamanho também é indicado para que os pais possam sentar com os filhos na cama.

Você tem dúvidas a respeito das grades de proteção? Leia o nosso artigo sobre cama com proteção.
Cama infantil com proteção
Cama infantil com proteções.
Cama infantil com proteção de tamanho P