Optei por trabalhar em casa. E agora?

Compartilhar no Facebook
Cuidar dos filhos, ou trabalhar o dia todo fora de casa? Essa é uma dúvida cruel que muitas mulheres possuem! Ainda bem que hoje, cada vez mais, é possível conciliar as tarefas. Bom, nem sempre! É necessário muito jogo de cintura e uma boa administração do tempo para ser uma boa empreendedora trabalhando em casa.

Quando você opta em trabalhar em casa, os horários poderão ser flexíveis e você pode ganhar muito com isso! Descobrir como funciona o seu relógio biológico, ou seja, em qual momento do dia você está mais produtiva, é essencial para o rendimento.
Mãe empreendedora
É preciso ter disciplina e concentração para separar os assuntos do trabalho dos assuntos de casa. É interessante você focar na sua tarefa empreendedora quando está livre, quando as crianças estão na escola, ou quando alguém da casa pode cuidar deles.

Ter um espaço próprio para o trabalho, como um home office é o ideal. Pode ser uma bancada de escritório em um comodo pouco utilizado na casa, ou uma escrivaninha em seu quarto.

Sim! O tempo aqui é o principal elemento. É necessário saber administrá-lo, de nada vale optar por trabalhar em casa e não ter tempo para estar com os filhos. O ideal é o equilíbrio, a rotina não precisa ser rígida, mas a disciplina é essencial.

Por alguns dias, faça uma lista de todas as suas tarefas, um diário da sua rotina. Veja onde você está empregando mais tempo, quais são as tarefas mais importantes e quais levam maior tempo para serem cumpridas. Assim, você pode encontrar soluções para essas tarefas que nem sempre são as mais importantes e que tomam seu tempo.

Algo que pode nos ajudar muito, é uma lista de prioridades, tanto para as tarefas do trabalho, como as de casa. O que é mais importante? Fazer as tarefas marcadas como importantes primeiro permite que você controle o seu tempo, possa fazer mais programações e ainda cria o sentimento de dever cumprido.

Peça ajuda! Não tenha medo de pedir ajuda as pessoas da família e próximas a você.  Encontre uma equipe de apoio, seja uma babá ou uma empregada. Não tenha medo de distribuir as tarefas!